SEXTAS-FEIRAS, 22h30

A SÉRIE

Steven Jay Russell fingiu ser juiz, médico, agente do FBI e advogado. Teve 14 pseudónimos conhecidos e foi apelidado de "Houdini" e "Rei dos Vigaristas". As façanhas inspiraram o filme "Eu Amo-te, Phillip Morris", com Jim Carrey e Ewan McGregor. Após vários golpes e quatro fugas de distintas prisões do Texas, Steven Russell ficou conhecido por três características e feitos: mestre vigarista, fugitivo lendário e tolo para o amor. Nunca violentas, mas sempre engenhosas, todas as suas fugas se deram numa sexta-feira 13. Em 1990, Russell, já na casa dos 30 anos, finge uma queda provocada por um deslize, como forma de realizar algum dinheiro extra. Acabou por receber 45 000 dólares resultantes de um acordo. Os seus go+H2lpes rapidamente tiveram uma escalada das centenas para o milhão de dólares. A sua vida torna-se um redemoinho de vigarices, cadeia e breves episódios de liberdade.

Hoje na TV

+ programação

21:04h

Cultos Mortais: Os Homicídios em Kirtland

21:47h

Cultos Mortais: Assassinos de Rulo

22:30h

Viver com um Assassino em Série: Joanne Dennehy, A Teia da Janela Negra

23:12h

Viver com um Assassino em Série: Peter Tobin, O Pior Predador da Escócia

00:17h